Ativista das causas feministas e dos direitos LGBTQ+, a atriz Bruna Linzmeyer acredita que o discurso do presidente Jair Bolsonaro oprime cada vez mais lésbicas. Bolsonaro foi criticado recentemente por afirmar que “família é homem e mulher” e classificar como “coisa do capeta” o assunto sobre “ideologia de gênero”.

Me preocupo não só com violências extremas mas, sim, me preocupo com cada mulher que vai ficar presa dentro de si mesma, que não vai conseguir amar uma outra mulher por medo do que vai estar em volta. Mulheres que não vão poder viver amor, paixão, sexo, prazer, vida, disse ela durante o lançamento da campanha Prazer Loungerie, no Shopping Iguatemi, em São Paulo.